Arquivo da categoria: Principal

Principais posts

Petrolina Espírita evoluiu! Agora é SerTão Espírita!

Nossas postagens passaram para o novo espaço.

Ainda está em fase de ajuste fino e acreditamos que será tão produtivo quanto foi a experiência do Petrolina Espírita.

Acessem e comentem!

SerTão Espírita

A viagem de uma alma

viagemalma

Um dos assuntos mais complexos na doutrina espírita é o mundo espiritual. Os espíritos quando se comunicam não podem descrever minuciosamente o ambiente espiritual, não somente por não existir vocabulário nos idiomas da terra que pudesse exprimir de modo claro o assunto, mas sobretudo porque a verdade deve ser uma busca permanente. A afirmação da existência do céu e do inferno não mais satisfaz o homem e a mulher modernos na ânsia de melhor explicação do porquê da vida e da morte, mantendo-se na angustiada situação de que a vida é um ponto de interrogação entre o berço e o túmulo. Quanto à existência do mundo espiritual não há qualquer dúvida a respeito, mercê de vários fatos concretos e trazidos ao público por meio de literatura, especialmente aquelas escritas por cientistas.

Na busca de obras que tratem do assunto, deparei-me com um livro que já vendeu mais de 150.000 exemplares. Trata-se da obra A viagem de uma alma, escrita por Peter Richelieu, editado pela Editora Pensamento. O autor narra a jornada de um homem que, depois da morte do irmão, entra em estado de depressão e implora ajuda aos céus para compreender essa perda. Seu apelo é atendido e ele recebe a visita de Acharya, um mestre indiano, que lhe diz que seu irmão está vivo e oferece-lhe uma oportunidade para se certificar disso. Valendo-se da projeção astral, ele empreende uma série de viagens aos diversos subplanos do plano astral, onde descobre que tipo de experiência aguarda os seres humanos apos a morte. Cada nivel ensina alguma coisa nova e possibilita uma percepção direta dos mistérios desconhecidos da vida e da morte. Após vários encontros com os que se foram, entre os quais o irmão, ele compreende que é irracional temer a morte.

Esta obra investiga o mundo dos elementos da natureza desde fadas até anjos -, a reencarnação, o karma, a vida após a morte e o livre-arbítrio. Uma obra tão rica e cativante que faz o leitor sentir que ele próprio também está se submetendo a uma iniciação nos mistérios da vida. Na viagem astral de que trata a obra é explicitado o que seja o corpo astral, composto de matéria muito mais fina do que a física, o qual pode viajar em torno do mundo em cerca de dois minutos e meio. É uma oportunidade feliz de descobrir como vive o mundo espiritual.

Muito embora não se trate de uma obra espírita, uma vez que o seu texto não traz qualquer menção expressa, todos os homens e mulheres, iguais em espírito, quando adormecem, tendem sempre a realizar viagens astrais. Para tanto, poderão receber instruções por meio do site www.serespiritual.org.

Ubirajara Emanuel Tavares de Melo, Vice-Presidente da ADE, diretor do NEIL. Texto publicado no Jornal do Commercio de 07 de julho de 2013.

O regresso de Hermínio Miranda

herminio-232x240

Em nota oficial, a FEB noticia o desencarne do profícuo escritor e pesquisador incansável, Hermínio Correa Miranda.

Comunicamos a desencarnação do dedicado companheiro Hermínio Correa Miranda, aos 93 anos de idade, ocorrido no dia 8 de julho na cidade do Rio de Janeiro. O sepultamento será nesta 3a. feira, por volta das 15 horas no Jardim da Saudade – Sulacap, na mesma cidade.

Hermínio C.Miranda colaborou durante muitos anos com a revista “Reformador”, escrevendo a seção “Lendo e Comentando” e com artigos avulsos. Pela Editora da FEB, tem publicado os livros: As Marcas do Cristo (2 Volumes), Sobrevivência e Comunicabilidade dos Espíritos, Nas Fronteiras do Além, Reencarnação e Imortalidade, Candeias da Noite Escura, e outros esgotados.

Na Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro, a Editora FEB estará lançando a nova obra “Estudos e Crônicas”, no início de setembro.

Desde junho, o presidente da FEB vinha mantendo contatos com as filhas de Hermínio, pois o mesmo se encontrava adoentado, e estava em andamento uma entrevista com o mesmo para a revista “Reformador”.

O Conselho Diretor e a Diretoria Executiva da FEB homenageiam o inolvidável trabalhador da Seara Espírita e externam o apoio vibratório a seus familiares.

Tivemos a grata satisfação de, recentemente, concluir a leitura de uma de suas recentes obras: A Noviça e o Faraó, editado pela Lachatre. A qualidade do escrito testifica a lucidez e a clareza que sempre foram a marca do nobre tarefeiro e divulgador da doutrina espírita.

FEEB promove encontros regionais

feeb

A Federação Espírita do Estado da Bahia promoverá neste mês de julho encontros em diversas regiões do estado.

Juazeiro (BA) será um dos polos e o encontro ocorrerá entre os dias 12 e 14 de julho. Está previsto para iniciar-se às 18h do dia 12 (sexta), com concentração na Lagoa do Calu.

Confira a programação neste link.

Juventude espírita

leopoldo

O Professor Leopoldo Machado Barbosa nasceu em 30-9-1891, na Bahia. Foi católico, protestante e materialista. Depois, conheceu o Positivismo e o Budismo, que muito o impressionaram. Tomou conhecimento da Doutrina Espírita, em 1916, através de José Petitinga, também baiano e um dos maiores vultos espíritas do País.

Estas e outras informações úteis sobre o jornalista e poeta Leopoldo Machado, grande polemista, estão no Anuário Espírita de 1991. O autor é o nosso amigo Antônio de Souza Lucena, biógrafo e repórter fotográfico, fundador do Museu Espírita do Brasil e conhecido pelas suas pesquisas, que resultou num acervo cultural de valor inestimável para a História do Espiritismo (Lucena faleceu em 26-1-2009, no Rio de Janeiro).

Leopoldo, considerado o espírita nº 1 do Brasil, lançou a campanha Espiritismo de Vivos e incentivou a organização das Mocidades Espíritas, das Escolas de Evangelização para a Infância, das Semanas Espíritas, das tardes de Confraternização, dos Simpósios, das Mesas Redondas e dos Congressos Espíritas.

A revista Sabedoria, então dirigida por Carlos Torres Pastorino, autor do best-seller Minutos de Sabedoria, editou um álbum sobre a vida de personalidades. As biografias foram escritas por Clóvis Ramos e as fotografias obtidas por Antônio Lucena, citado acima. Vejamos um trecho sobre o patrono das mocidades espíritas:

– Aqui, portanto, só alguns dados sobre o grande educador amigo dos moços espíritas. A ele coube trazer para o Espiritismo do Brasil esse aspecto social e alegre, que hoje apresenta. Para essa mudança, contou, Leopoldo Machado, com o concurso dos moços, sempre dispostos à renovação. Fez-se porta-voz dos anseios de muitos.

Clóvis Ramos e Antônio de Souza Lucena reconheceram que esse líder desenvolveu uma atividade sem precedente: organizou um verdadeiro contingente de moças e rapazes em todo o Brasil, dispostos a um trabalho fora da rotina; idealizou e foi o responsável pelo I Congresso de Mocidades Espíritas do Brasil, realizado no Rio de Janeiro, de 17 a 23-7-1948. Foi considerado um dos melhores eventos espíritas de todos os tempos. Decorridos 65 anos, os “sobrevivente” daqueles dias memoráveis ainda recordam o acontecimento que marcou época.

Por Nilton Santos – membro do Núcleo Espírita Bittencourt Sampaio, no Recife. Matéria publicada no Jornal do Commercio de 30 de junho de 2013.